top of page

CDC promove formação sobre Política Nacional de Assistência Social no ATITUDE

Nessa quarta-feira (05), o Centro de Desenvolvimento e Cidadania (CDC) promoveu mais um ciclo formativo para o Programa ATITUDE - Atenção Integral aos Usuários de Drogas e seus Familiares. Com o tema "Política Nacional de Assistência Social", os núcleos de Caruaru, Cabo de Santo Agostinho, Jaboatão dos Guararapes e Recife puderam compreender elementos importantes sobre o Sistema Único de Assistência Social e sua articulação com outras políticas públicas, a exemplo da Política de Saúde Mental, da Política Nacional sobre Drogas e da Política Nacional para Pessoa em Situação de Rua.


No agreste pernambucano, os responsáveis pela mediação foram o psicólogo Hugo Dutra e a assistente social Cyntia Medeiros. Já na Região Metropolitana do Recife, as educadoras do CDC Juliene Tenório (Assistente Social) e Rosineide Gonçalves (Historiadora) conduziram a conversa. Utilizando diversos recursos pedagógicos, os debates trouxeram os aspectos normativos e as funções da Política a fim de qualificar as(os) profissionais para que isso se traduza no acolhimento diário de pessoas em situação de extrema vulnerabilidade e risco social associado ao uso desorganizado de substâncias psicoativas.





Para a instituição, a formação continuada é um momento de apreciação dos sentidos pelos quais agimos social e individualmente, repensando o que queremos produzir e/ou reproduzir com nossas ações, seja no plano dos bens materiais, seja no plano simbólico. Além disso, toda abordagem técnica do Programa tem se amparado nas Políticas Nacional e Estadual de Drogas (Lei 11.343/2006 e Lei 14.561/2011), combinando os aspectos da Redução de Danos com o Plano Nacional de Assistência Social (PNAS), visando fornecer suporte abrangente a pessoas que fazem uso de substâncias psicoativas, promovendo ampliação e qualidade de vida. Esta abordagem é sensível às necessidades individuais e ao contexto social em que essas pessoas se encontram, garantindo que recebam cuidados adequados e oportunidades de inclusão.


Wedja Vieira, a coordenadora regional do Núcleo Caruaru, destaca que a formação foi um momento de partilha e construção. "Um momento rico de conhecimento em que foi exposto o caminho percorrido pela assistência social até os documentos que temos como referência hoje. Somente em um trabalho em rede é possível atender e acompanhar esse usuário em sua integralidade, através da intersetorialidade.

A abordagem integrada da assistência social e da redução de danos é fundamental para garantir que essas pessoas recebam a atenção, o apoio e o cuidado necessários para superar os desafios associados ao uso abusivo e conflituoso de drogas com a finalidade de reconstruir suas vidas.


"A formação foi dinâmica, envolvente. A temática falando sobre a Politica Nacional de Assistência Social foi objetiva e clara na sua apresentação e desenvolvimento. As facilitadoras foram o plus, pois conseguiram através do amplo conhecimento e vivência na área, passar todo o conteúdo." - Jails, Educador Social do ANT Jaboatão dos Guararapes.
"A formação sobre assistência social foi maravilhosa! Gostaria de parabenizar as profissionais palestrantes. Elas trouxeram de forma lúdica e explicativa a essência da Assistência Social, de modo que não foi cansativo, mas sim esclarecedor. Parabéns a tod@s do CDC por essa iniciativa!" - Elizabeth, Educadora Social do ANT Jaboatão dos Guararapes.

O Centro de Desenvolvimento e Cidadania (CDC), em colaboração com o Governo de Pernambuco através da Secretaria Executiva de Políticas sobre Drogas (SEPOD), executa o Programa ATITUDE, promovendo ações articuladas e integradas para a proteção social das pessoas que se apresentam vulneráveis pela relação estabelecida com uso de drogas, visando a consolidação de uma política pública socioassistencial.



Comentários


bottom of page